Segurança na região metropolitana recebe apoio dos Saisp e cumpre 16 mandados de prisões

Dando ênfase nas ações da Polícia Civil, a Delegacia Geral, por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) vem realizando ações em prol de garantir uma segurança mais constante, coibir e inibir ações criminosas na região metropolitana de São Luís. Uma das ações foi a criação da Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (Saisp) nos quatros polos da cidade identificadas por seccionais norte, sul, leste e oeste. Nesta terça-feira (10), uma operação resultou na prisão de 16 pessoas pelo cumprimento de sentença condenatória.

Os Saisp estão localizados nas áreas Norte, abrangendo São Francisco, Cohab, até a Raposa, coordenada pelo delegado Augusto Barros; a Sul, que abrange a região da entrada da cidade, ou seja, Itaqui Bacanga e São Cristóvão, coordenada pelo delegado Carlos Damasceno; a área Oeste, com abrangência de São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Cidade Operária e Jardim Tropical, coordenada pelo delegado Pedro Adriano e, ainda, a área  Leste, alcançando o Centro até o 3º DP, localizado no bairro Radional, comandada pelo delegado Henrique Mesquita.

O delegado Augusto Barros, que assumiu a Saisp Norte, informou que o trabalho das seccionais é específico, de apoio administrativo e operacional às unidades de polícia civil subordinadas à superintendência da capital. O principal objetivo dos Saisps é dar apoio administrativo ás delegacias distritais e especializadas e promover também as fiscalizações e correções disciplinares. Avaliam também a produtividade e oferecem apoio operacional no cumprimento de mandados de prisões.

O delegado disse que “Da mesma forma buscamos promover a articulação junto à Polícia Militar, aos batalhões e pelotões que estejam inseridos igualmente com as lideranças comunitárias e viabilizar o atendimento de suas demandas”.

Operação pelos Saisp resultam em 16 prisões na região metropolitana de São Luís

Uma megaoperação, coordenada pela SPCC, com participação das Seccionais Norte, Sul, Leste e Oeste e, ainda, da Polínter e Delegacia de Roubos e Furtos, resultou na prisão de 16 pessoas com mandados de prisões por sentença condenatória. Eles foram presos por conta de crimes de homicídios e assaltos. A operação se apoiou em ações anteriores da Polícia Interestadual (Polinter), as quais geraram os mandados de prisões.

O resultado da operação será apresentado na Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), na tarde desta terça-feira (10).

Mauro Wagner – Ascom/SSP