Polícia Civil apresenta suspeitos em explosão de caixas eletrônicos em Cajapió

(Foto: Nilson Figueiredo)

Em continuidade às ações de combate ao crime organizado, a Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC) prendeu, na manhã desta quinta-feira (10), Ênio Carlos dos Santos e Aldemir Sousa Martins, suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em explosão de caixas eletrônicos no interior do Maranhão.

De acordo com delegado Tiago Bardal, o crime teria acontecido no mês de outubro do ano passado quando os suspeitos, capturados na companhia de um terceiro individuo, explodiram caixas eletrônicos do Bradesco financeira, mas sem conseguir êxito no saque.

Após o crime, equipes da Seic se deslocaram até o local ali mesmo iniciaram as investigações, tendo como ponto de partida a informação de que dois suspeitos teriam dado entrada em um hospital da cidade com escoriações pelo corpo no mesmo dia em que ocorreu o crime.

Ainda segundo o delegado, a prisão ocorreu após denúncias de que os dois estavam em um ponto comercial de Cajapió em meio a uma comemoração.

Os dois foram levados à delegacia da cidade onde, após prestarem depoimento, confessaram suas participações no ato criminoso contra a agência bancária. Em seguida foram transferidos para a sede da Seic em São Luís,  onde foram apresentados e autuados pelos crimes de roubo e organização criminosa, sendo encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas para aguardar as decisões da justiça.

As investigações ainda revelaram que o terceiro envolvido, já identificado, porém foragido, além de participar dos atos criminosos, tinha como função recrutar novos membros para a quadrilha em outras cidades do Maranhão. O delegado disse que tudo é uma questão de pouco tempo para localizar o terceiro membro da quadrilha.

Anselmo Oliveira – Ascom SSP