Polícia Civil “Planta e Colhe” resultados de projetos sociais no combate a inclusão social em São Luís

Com o objetivo de promover a cidadania, combater o uso de drogas, estimular o esporte e o resgate da autoestima da população infanto juvenil, a Polícia Civil vem plantando e colhendo resultados de projetos sociais em comunidades carentes de São Luís.

São iniciativas daquelas que dar gosto em divulgar, é assim que podemos caracterizar o projeto social “LUTA PELA VIDA” que nasceu da necessidade da inclusão social e visa formar cidadãos por meio das artes marciais. Sendo assim, a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), por intermédio do Grupo de Resposta Rápida (GRT), desenvolve o projeto para a comunidade do Bairro de Fátima, em São Luís, no intuito de contribuir para a formação de crianças e adolescentes por meio do Judô e Jiu-jitsu.

Visando ensinar também valores morais adquiridos através do esporte à comunidade, o projeto atende cerca de 75 jovens, de 8 a 18 anos de idade,permitindo que eles disseminem uma cultura e paz. É um Trabalho coordenado pelo Superintendente da SEIC, Tiago Bardal e desenvolvidos por policiais civis que consiste em aulas totalmente gratuitas, realizadas de terça a sexta-feira nos turnos da manhã, tarde e noite.

As aulas são ministradas pelos policiais civis Diego Moraes, Luís Antônio de Andrade e Fábio Nogueira Castro, todos sendo faixas pretas em Judô e Jiu-jitsu, e realizadas no interior da Superintendência. “As artes marciais aqui ministradas são esportes completos que trabalham todos os grupos musculares, além da melhora na capacidade cardiorrespiratória. Da mesma forma é visível no praticante da arte suave a evolução da área psicossocial, logo são esportes onde a disciplina, respeito e o espírito, além da família são fundamentais para o sucesso não somente no tatame, mas na vida”.destacou o Professor Diego Moraes.

Resultados

Como resultado de toda ação, a Academia de Polícia Civil (ACADEPOL) também vem mantendo uma escolinha de Karatê batizada de “PACTO PELA PAZ”que atende crianças e adolescentes do Bairro São Raimundo e adjacências. Logo não demorou muito para que se pudesse contemplar o tão almejado objetivo de tal projeto. Isso por que no último dia (13) de março, 13 alunos, acompanhados de um responsável legal e mais uma servidora municipal do CRAS-São Raimundo foram até a cidade de Barreirinhas para participarem do 1º Campeonato de Karatê Shotokai do Maranhão, idealizado pela Federação de Karatê do Estado.

Como resultado, todos foram ganhadores de medalhas nas suas respectivas categorias, com destaque para o aluno Pablo Lucas Brito Vieira, 13 anos, que conquistou duas medalhas de ouro e o troféu de 1º lugar da competição. É a ACADEPOL cumprindo também a função de agente de transformação social para a sociedade.

Anselmo Oliveira/ASCOM SSP-MA