POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS DE PRISÃO POR FEMINICÍDIO, HOMICÍDIO E ROUBO MAJORADO EM BARÃO DE GRAJAÚ

Ação de combate da Polícia Civil contra a criminalidade, na regional de Barra do Corda, sucedeu na prisão de duas pessoas no município de Grajaú. Foram presos nesta quarta-feira (14), Felipe Augusto de Holanda, conhecido como “Felipe Maconha” e José Dias dos Reis da Silva, 25 anos. Eles permanecem presos e ficarão à disposição da Justiça.

José Dias dos Reis da Silva foi preso pelos crimes de feminicídio, homicídio e tentativa de homicídio. O acusado teria praticado o crime de feminicídio contra sua companheira Rosangela Sousa do Nascimento, 18 anos; o homicídio contra Lucas Pereira Silva, 19 anos, e a tentativa de homicídio contra um adolescente de 17 anos. As informações dão conta que teria utilizado um canivete para cometer os crimes.

O palco dos crimes foi o bairro Caixa D’ água em Barão de Grajaú, na residência de outro homem já identificado, sendo que as investigações ainda ocorrem no sentido de elucidar toda a ação criminosa.

Prisão por roubo majorado em Barão de Grajaú

O delegado regional de Barra do Corda, Renilto da Silva Ferreira, informou ainda que a outra prisão aconteceu contra o acusado Felipe Augusto de Holanda, residente na cidade de Floriano-PI, por suspeitas de envolvimento em roubo majorado, praticado no bairro de Varginha em Grajaú-MA. O crime foi perpetrado no dia 29 de janeiro de 2017 e na oportunidade foram subtraídos 02 aparelhos celulares de adolescentes e a quantia de R$ 90 reais em dinheiro.

Na ação criminosa, o acusado teria usado uma arma de fogo, posteriormente identificada como um revólver calibre 32 e uma motocicleta Pop 100, que teria sido roubada em Floriano-PI. O delegado Renilto da Silva Ferreira, que coordena a regional de Barra do Corda ressaltou que o assalto contra os adolescentes contou com a ajuda de outro envolvido, Leonardo Manuel de Carvalho, conhecido como “Leo”, sendo que este já se encontrava preso na cidade de Barão de Grajaú.

Após serem apresentados à autoridade policial, foram ouvidos e informados do cumprimento de prisão e serão encaminhados para o Sistema Penitenciário de Pedrinhas onde permanecerão à disposição da Justiça.

Por: Mauro Wagner – ASCOM/SSP