Polícia Civil do Maranhão, prende latrocidas no bairro do Santo Antônio

A polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoa(SHPP), cumpriu dois mandados de prisão, e dois mandados de busca e apreensão no bairro do Santo Antônio.
O delegado Marcos Affonso falou  que no dia 14 de julho de 2016 houve um crime bárbaro que chocou a sociedade ludovicense. O assassinato do comerciante Laelson  Carlos Nogueira, comerciante, proprietário de uma loja de venda de aparelhos celulares no conjunto Cohatrc II, onde dois indivíduos fizeram amizade com ele por WhatsApp, e se disfarçando de clientes, foram até a sua loja na sua residencia, roubaram os celulares, ainda atiram no comerciante na frente do seu filho de quatro anos, tendo a vítima ido a óbito no local do crime.
Delegado Affonso Júnior chefe do Departamento de proteção a pessoa da SHPP
                           
Disse que a partir da data  do latrocínio, a superintendência de homicídios, começou a trabalhar em cima deste crime, procurando de todas formas  através das equipes de investigadores,  do serviço de inteligência,  e com  a ajuda da Central de Inquérito que tem dado maior a apoio a superintendência, conseguimos prender esses elementos e apreender a arma do crime, que estava de posse de um terceiro elemento, elucidando assim este latrocínio de maneira completa. concluiu o delgado.
Os acusados presos por latrocínio são:
João Victor Freitas Maciel e Macelos Bulhões Lima, e o terceiro elemento acusado de porte ilegal de arma conhecido por Bruno.
A nossa reportagem conversou com o delegado Affonso Júnior, e com os elementos envolvidos no latrocínio
 Stenio Johnny – ASCOM SSP/MA
ASSISTA A ENTREVISTA: