Polícia Civil efetua prisões por violência doméstica e cumpre mandado de prisão no Estado de São Paulo

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da na Delegacia de Polícia Especial de São José de Ribamar, no final da tarde desta terça-feira (05), efetuou a prisão em flagrante de dois homens identificados por Welligton José Barbosa de 31 anos, mais conhecido como “Neto” e Josenilson Ribeiro Correia Sousa de Carvalho, 30. Os dois são suspeitos de cometerem violência doméstica contra suas companheiras.

Segundo o delegado Jader Alves do DP de SJR, Welligton Barbosa teria agredido fisicamente sua esposa Mylenna Creusa Sousa de Carvalho, chegando a fraturar uma de suas pernas. O delegado ainda informou que, a ação de violência ocorreu na residência da vítima, localizada no bairro Pindaí.

WELILIGTON DA PRISAO DE SAO JOSE DE RIBAMAR

O segundo suspeito, Josenilson de Carvalho, foi autuado por agredir fisicamente sua namorada, Eliane Santos de Almeida de 32 anos. Em depoimento, ela relatou que teria sofrido agressão há cinco anos pelo mesmo agressor, quando na oportunidade, Josenilson cortou de faca as roupas da vítima e danificou alguns de seus moveis. Participaram da ação os IPC’s Flávio Quim e Deidny e o delegado Jader Alves.

Também em São Luís, policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), apreenderam, na região metropolitana, na noite desta terça-feira (05), dezenas de caixas de marcha de veículos diversos, com suas devidas identificações alfa numéricas adulteradas. O delegado Jeffrey de Paula informou que o fato ocorreu no interior do Sucatão Irmão, localizado no bairro da Areinha. De acordo com o delegado, a proprietária da Sucata foi conduzida para a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos para prestar esclarecimentos e tomada dos devidos procedimentos.

FOTO DA PRISAO DE DELEGACIA DE ROUBOS E FURTOS DE VEICULOS

Mandado de prisão

Por intervenção da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC) e Delegacia Regional de Timon, a polícia civil prendeu com apoio da DEIC / SP na manhã desta quarta-feira (06), Manoel Moura da Cunha Filho, mais conhecido como “Leo da Jaca” de 22 anos, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela comarca de Timon no Maranhão.

O Superintendente da SEIC Tiago Bardal, informou que Manoel é suspeito de ter assassinado o empresário Carlos Simonal de Souza Ribeiro com o intuito de roubar sua caminhonete Hilux. Na ocasião ele estava na companhia de um menor, conhecido como “Papanga”.

suspetio da seic- manoel moura  Leo da jaca

O delegado acrescentou que Manoel da Cunha foi recambiado para o Estado do Maranhão onde responderá ação penal pelo crime de latrocínio. Manoel foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça.

Isadora Fonseca – AscomSSP