Polícia Civil apreende 10kg de entorpecentes na capital e prende suspeitos de tráfico em Zé Doca

Ações de combate ao tráfico de entorpecentes na capital estão sendo desenvolvidas de forma ininterrupta tanto na região metropolitana de São Luís quanto em municípios maranhenses. A Polícia Civil articulou duas operações nesta sexta feira (20). Na primeira, apreendeu cerca de 10 kg de Maconha escondidos em uma residência localizada em  São José de Ribamar. A outra operação aconteceu contra um casal, no município de Zé Doca. Com eles foram apreendidos dinheiro e apetrechos para confecção da droga. De acordo com as informações, as incursões da Polícia Civil aconteceram pela  Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc)

Os entorpecentes estavam escondidos em uma residência localizada na Vila Esperança, em São José de Ribamar. Os policiais ainda tentaram realizar um cerco no local, mas não conseguindo impedir que um homem se evadisse do local. O suspeito fora identificado como Wallace Nolasco da Silva Junior, o qual será representado por sua prisão preventiva, para que possa se explicar em Juízo.

Todo o material apreendido fora apresentado na sede da superintendência do Senarc, onde deverão continuar as investigações.

Prisão em Zé Doca

Em outra ação contra o tráfico de drogas, a Policia Civil, través da 8ª Delegacia regional de Zé Doca realizou a detenção do casal Luzinete da Silva Coelho e José Cristiano Sousa da Silva. De acordo com a polícia, eles são suspeitos de traficarem entorpecentes no bairro São Francisco, em Zé Doca.

As informações são que os investigadores realizavam incursões pelas ruas do bairro, quando presenciaram um homem em uma atitude suspeita. Ele estava adquirindo um material com características de ser entorpecentes e ao perceber a presença da polícia, o homem teria ingerido o que poderia ter sido a droga. Com a chegada dos policiais, os outros suspeitos jogaram outros objetos no interior de um esgoto. Após buscas, os polícias encontram dinheiro e apetrechos para confecção de entorpecentes.

Eles foram encaminhados para a delegacia regional de Zé Doca, onde foram apresentados para ao delegado regional.
Mauro Wagner – Ascom/SSP