Polícia Civil detém cerca de 230 pessoas em chácara no Parque Vitória e apreende armas, crack, maconha e bebidas alcoólicas

A Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) em conjunto com a Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAISP), a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) e a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), deteve,  nesta sexta-feira (16), por volta das 22hs, cerca de 230 pessoas em uma chácara localizada no Recanto do Turu, área do Parque Vitória. Na Ação policial, aconteceu a apreensão de armas e entorpecentes.

O superintendente da SPCC informou que a ação de uma força tarefa da Polícia Civil, envolvendo diversos policiais, resultou na detenção de diversos suspeitos. A operação foi consequência de uma ligação anónima, a qual informava estar acontecendo uma festa privada com as presenças de diversos adolescentes no local, inclusive ingerindo bebidas alcoólicas.

As informações dão conta que a Polícia Civil adentrou no local de surpresa. Durante o cerco, foram encontradas pessoas com arma de fogo e com fações nas proximidades de um muro da chácara. Os homens reagiram e realizaram disparos contra os policiais, houve reação para conter os suspeitos, que ainda conseguiram fugir pulando o muro do local.

Conduzidos para a SEIC

Depois de contidos, a polícia encaminhou os suspeitos em um ônibus para a Sede da SEIC, onde foram identificados. Foram detidos cerca de 100 homens e 130 adolescentes. Os adolescentes foram liberados mediante termo de responsabilidade dos pais.

O procedimento ocorreu por toda a noite e madrugada, no sentido de confirmar a identidade dos suspeitos e descobrir se eram partícipes de alguma facção criminosa. Foi feita a triagem em relação a todos os adultos, mais de 100 pessoas e, apesar de vários terem passagem por tráfico, homicídio e roubo, nenhum estava com mandado de prisão em aberto.20160417081305 (1)

O delegado Mesquita, que esteva á frente da operação, repassou que a promotora do evento, identificada somente por “Adélia”, foi autuada nos crimes do artigo 243 e 244-b do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), pelos crimes de fornecer bebidas alcoólicas para menores de 18 anos e permitir o livre consumo de drogas no local.

Apreensão de armas e entorpecentes

No local foram apreendidos duas armas de fogo, sendo uma pistola .40 e um revólver, cocaína, crack, maconha e lança perfume.

Mauro Wagner / Ascom SSP