Delegado Geral faz balanço de 30 dias nas operações de combate contra a criminalidade no Estado

(Foto: Nilson Figueiredo)

Com diversas atuações no sentido de inovar e dar celeridade nas ações da Polícia Civil no tocante a serviços administrativos e operações policiais, o Delegado Geral Lawrence Mello repassou dados de um planejamento que culminou em 90 dias de atuação policial. A prioridade é oferecer serviços de excelência à população no combate às ações criminosas, demonstrando, assim, um maior empenho das forças da segurança púbica do Maranhão.

Lawrence Mello informou que os avanços foram alcançados em virtude da ação conjunta das duas Superintendências de Polícia, a da capital e a do interior. “O objetivo principal é sempre oferecer um serviço de qualidade, aferido também na produtividade do serviço público”, afirmou.

O delegado destacou o empenho da SPCC com a criação das seccionais, a partir da Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAISP), que receberam mais autonomia, realizando um trabalho em conjunto com as delegacias dos bairros. As seccionais e ou supervisões das áreas Norte, Sul, Leste e Oeste, com foco na atividade fim, resultaram na confecção de inquéritos policiais e, ainda, na fiscalização das unidades de cada área, visando concretizar operações de combate ao crime, para coibir roubos em geral.

Ações em melhorias na Segurança Pública

Lawrence Melo disse ainda que “Outras medidas incluem a criação de mais um plantão central, que ocorreu no final de dezembro, no Bairro do Maiobão. A comunidade local dispõe agora de um plantão permanente funcionando no bairro, o que elevou em 25% a capacidade de atendimento. Foi inaugurado, ainda, o Serviço de Identificação Biométrica que, em caso de dúvida nas delegacias, expõe a real identidade do suspeito, através de impressão digital já cadastrada no Instituto de Identificação Biométrica. Este serviço é de importância impar para prisões de elementos perigosos. O Serviço de Identificação Biométrica está disponível e em pleno funcionamento nos plantões centrais e na região metropolitana. Quero ressaltar também que, a partir de janeiro deste ano, está sendo realizado o bloqueio de veículos roubados em qualquer região, pois o cidadão pode se dirigir a qualquer plantão central e bloquear o veículo subtraído”, ponderou o delegado.

Resultado Operacional da Polícia Civil

Por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), e Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC) a Secretaria de Segurança intensificou as ações contra assaltos e arrombamentos a agências bancárias e contra o tráfico de drogas. Através da Seic, com o apoio do Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (DECRIF),  Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e parcerias com a Polícia Militar, foram presas diversas quadrilhas. De uma das quadrilhas desarticuladas foi preso o perigoso elemento João Batista Silva Mendes, conhecido como “Escobar”.

Com a quadrilha de Escobar foram encontradas 20 bananas de dinamite, 02 fuzis e uma quantia no valor de mais de 50 mil reais, sendo que o dinheiro estava manchado de tinta vermelha, por efeito de um dispositivo de segurança instalado nos caixas eletrônicos.

Em janeiro, ocorreram 16 arrombamentos, no mês de fevereiro foram 04, no mês de março, não houve ocorrência de arrombamentos, mas apenas um registro, no dia 06, no Terminal Rodoviário da cidade de Nova Olinda, em que a quadrilha foi presa imediatamente.

Outra operação aconteceu por meio da Senarc, quando foi realizada a apreensão de mais de 100kg de crack no município de Estreito. A Senarc tem atuado nas prisões de grandes e pequenos traficantes, estes responsáveis por aliciar usuários, causando graves problemas ás famílias.

Planejamento específico contra ações criminosas

No intuito de inibir assaltos e arrombamentos, foi criado o “Cinturão de Segurança”, que mapeou as 08 regiões com maiores incidências criminais. O combate se deu por meio das Seic, Decrif, Senarc, SPCI com parceria da Polícia Militar. Planejamentos específicos foram elaborados contra essa modalidade de crime e foi desencadeada a “Operação Maranhão Mais Seguro”, a cargo de policiais treinados pelas forças especiais do Estado. O uso de armas longas no combate ás quadrilhas surtiu o devido efeito, ou seja, inibiu ações de arrombamento a caixas eletrônicos.

As operações têm alcançado tanto a região metropolitana de São Luís como o interior do Estado, o que vem resultando em drástica redução desse tipo de ação criminosa. A ação policial contra  arrombamento de agências bancárias foi reconhecida pelo Banco do Brasil que, por seus representantes legítimos, agradeceu ao Sistema de Segurança Pública, reconhecendo os esforços da SSP no combate a essa modalidade de crime.

Parcerias de forma integrada

O Delegado Geral concluiu dizendo-se agraciado pelo apoio que tem lhe confiado tanto o secretário de segurança, quanto o governador do Estado. “O apoio do Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela tem sido fundamental para o sucesso das operações. Quero agradecer ainda, de forma especial, ao Governador Flávio Dino que tem atendido às necessidades do Sistema de Segurança Pública, nomeando policiais civis e militares, garantindo melhorias na segurança pública”, disse Lawrence Mello. O delegado-geral informou que nestes primeiros meses foram adquiridas 300 novas viaturas para a segurança, sendo que 85 delas já foram entregues. Também foram nomeados 30 investigadores em 2016, com previsão de nomeação de 12 delegados, 12 peritos criminais e mais outros servidores para o quadro do sistema de segurança pública.

Outra importante iniciativa de combate a crimes desta natureza é a expansão do Centro Tático Aéreo, onde serão construídos dois heliportos, um no município de Presidente Dutra e outro em Imperatriz, com o concurso de homens treinados para dar respostas mais rápidas a quaisquer eventos criminosos nos municípios maranhenses. “A expansão do Centro Tático Aéreo vem, com certeza, agilizar o atendimento no caso de ações criminosas contra instituições financeiras”, disse o Delegado Geral.

Lawrence Mello agradeceu também o apoio recebido da Polícia Militar nas operações conjuntas se referindo às pessoas do Comandante da PMMA, o Cel. Pereira e do Subcomandante o Cel. Jorge Luongo, pelos esforços no sentido de dar continuidade à integração real hoje existente entre os policiais civis e militares. Agradeço pelo esforço, dedicação e interação em disponibilizar a tropa para juntos combatermos a criminalidade no Estado finalizou.

Mauro Wagner/ASCOM SSP