Investigadora fala do trabalho da mulher na Polícia Civil do Maranhão

A investigadora da Polícia Civil do Maranhão, Valéria Ferreira, lotada na Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), em entrevista a Ascom/SSP, falou que o papel da mulher dentro da instituição é trabalhar no combate ao crime, garantindo a segurança da sociedade. Para tanto, ela tem que ter vocação, compromisso e coragem. Ser policial – acrescentou – é ficar o tempo todo exposto a riscos, por isso a mulher policial, deve estar sempre preparada para qualquer tipo de situação.

Valéria disse que está há cinco anos na Polícia Civil, tendo trabalhado durante seus quatro primeiros anos na cidade de Mirinzal, de onde veio transferida para São Luís, integrando o quadro de investigadores da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC). Ela participou de várias missões e operações, o que no começo foi um pouco difícil, pois tinha um filho pequeno, tendo que se dividir entre as tarefas de mãe e dona de casa e policial. Segundo Valéria, durante esse período de dificuldades sua família lhe deu total apoio, colaborando no processo de superação.

A policial descreveu as principais operações de que participou esse ano na SPCI. Lembrou a operação em Patos, na Paraíba, cuja missão era recapturar um casal que foi arrebatado da delegacia de Brejo. Outra operação muito importante da SPCI foi a de Miguel Alves, onde a equipe tinha que dar cumprimento a mandados de prisão de elementos envolvidos no homicídio de um empresário em Buriti, além de cumprir mandados de busca e apreensão. Valéria lembrou, ainda, da operação em Nina Rodrigues em que participou do combate ao comércio ilegal de armas de fogo, ocasião em que foram apreendidas armas e efetuadas as prisões dos acusados.

A investigadora aproveitou a entrevista para orientar as novas policiais, dizendo que para o bom exercício da profissão de policial civil, a mulher tem que ter vocação, compromisso e coragem. Também pensar sempre positivo, se dedicar ao trabalho dando o máximo de si, procurando agir sempre dentro da lei, ter um comportamento exemplar, atenção, espírito de companheirismo e procurar somar juntamente com os demais policias nas missões e operações para que for escalada.

Finalizando, a investigadora operacional da Polícia Civil do Maranhão Valéria Ferreira deixou uma mensagem a todas as mulheres: ”Nós mulheres somos polivalentes e podemos estar aonde desejarmos estar. Para isso, basta ter fé e determinação”.

Stenio Johnny – Ascom SSP