POLÍCIA PRENDE SUSPEITOS DE TRÁFICO DE DROGAS E ASSALTOS

Uma ação rápida realizada pela equipe de policiais da delegacia de São José de Ribamar resultou na apreensão de dois adolescentes infratores por suspeitas de práticas de assaltos na área da Cidade Operária. Eles foram flagrados pelos policiais no final da manhã desta quinta-feira (25), quando realizavam assaltos na região com uma arma de fogo. Em outra ação da polícia, um homem identificado como Djalma Pereira dos Santos, de 44 anos, foi preso com drogas pela equipe do Denarc. Ele é suspeito de traficar entorpecentes.

Segundo o delegado Jader Alves, que responde pela delegacia de São José de Ribamar, um motoqueiro informou que dois adolescentes estavam em uma parada de ônibus realizando assaltos com uma arma de fogo. O delegado que passava na viatura com a sua equipe de investigadores se deslocou para a Avenida Tancredo Neves, nas proximidades da Vila Flamengo.

Já no local, os policiais foram abordados por vítimas da dupla e teve início então as buscas. Após perceberem a ação da polícia, os dois suspeitos abandonaram uma bicicleta que estavam usando na fuga e entraram em uma igreja. Eles foram apreendidos. Com um deles foi encontrado um revólver calibre 32, cano longo, com três munições intactas.

Os dois foram encaminhados para a Delegacia da Cidade Operária e apresentados ao delegado Kairo Kley.

 

Prisão no centro

Os investigadores do Departamento de Narcóticos (Denarc) prenderam no final da manhã desta quinta-feira (25), o suspeito Djalma Pereira dos Santos, 44 anos, por envolvimento com o tráfico de drogas. Após a prisão ele foi encaminhado para o Denarc para ser ouvido pelo delegado titular

De acordo com o delegado titular do Denarc Claúdio Mendes, a sua prisão foi motivada por série de denúncias anônimas. “Nossa equipe de investigadores recebeu diversas denúncia, informando que Djalma dos Santos vinha realizando os delitos na área de estacionamento aqui na Rua do Pespontão”, contou.

Djalma foi flagrado em um estacionamento com um tablete de droga, no interior de Chevrolet Corsa. O delegado ressaltou que ele é suspeito de guardar a droga nos veículos que recebia para vigiar, justamente para dificultar a ação da polícia. Ele foi encaminhado para o Denarc.                                                                               Mauro Wagne /ASCOM SSP