SSP realiza encerramento de mais uma etapa do Curso de Polícia Comunitária

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), por meio da Secretaria Adjunta de Desenvolvimento e Articulação Institucional, (Sadai) realizou na tarde desta última sexta-feira, (07), o encerramento das aulas da quinta turma do Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária (CNPCC), ciclo 2011.   

A solenidade ocorreu no Auditório Delegado Leofredo Ramos, na sede da SSP e reuniu diversas autoridades do Sistema de Segurança. 

A capacitação é voltada para qualificar profissionais de Segurança para que em conjunto com a sociedade civil organizada possam desenvolver ações preventivas e que contribuam para a prevenção da criminalidade.

Nesta fase, participaram 60 profissionais das polícias Civil e Militar, da Guarda Municipal de São Luis e lideranças comunitárias de diversos bairros. Neste ano já foram 254 promotores formados nas cidades de São Luis, Imperatriz, Santa Inês e Grajaú.  

Segundo o Secretário Adjunto de Desenvolvimento e Articulação Institucional, tenente-coronel Antônio Roberto, a Polícia Comunitária é uma vivência, pois apenas o morador da comunidade é quem sabe dos problemas que passa. “Polícia Comunitária é uma filosofia, e não uma coisa imposta na cabeça da população, isso se vive no dia a dia, resolvendo problemas da melhor maneira possível junto com a instituição de Segurança” enfatizou. 

A capacitação teve carga horária de 44 horas/aulas. Os integrantes da capacitação tiveram no conteúdo programático das disciplinas como Gestão pela Qualidade na Segurança Pública; Polícia Comunitária e Sociedade; Direitos Humanos; Mediação de Conflitos e demais meios de resolução pacífica de conflitos e a Polícia Comunitária foram ministradas durante a capacitação.

A CNPPC também qualifica os participantes a atuarem na mobilização social e na estruturação dos Conselhos Comunitários de Segurança.

Para o coordenador estadual de Polícia Comunitária, Capitão Marcos David, a prática dos conceitos obtidos nas aulas deve ser feito no dia-a-dia durante o trabalho nas ruas. “O diferencial deste tipo de filosofia é que os profissionais passam a analisar as problemáticas do setor de segurança de um ângulo geral e não apenas isoladamente, focados na prevenção. Assim será possível diminuir os índices, impedindo que um fato isolado se torne, no futuro, um problema de segurança pública”, comentou.  Curso de Promotor de Policia Comunitária

No geral, já foram capacitados, desde 2008, ano de implantação do CNPPC no estado, mais de 1.700 promotores em Polícia Comunitária. A iniciativa é fruto de um convênio entre a SSP e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça.

De acordo com o Comandante da Guarda Municipal, Eduardo Krause, “o curso é um meio de qualificar policiais e a população para que se possa fazer o bem, assim se prevenindo e também precavendo a comunidade de quaisquer malefícios que possa vir ocorrer, assim protegendo o futuro do país”, disse.

Estiveram presentes ainda o Ouvidor da SSP, José Ribamar; o Supervisor do Cids Oeste, Delegado Joviano Furtado; o comandante da 5ª Seção da Polícia Militar, tenente-coronel Odair dos Santos; além de lideranças e oficiais da Polícia Militar.